FALE COM A GENTE: (19) 3090-2603 / (19) 9.7408-9705 / ID 35*26*27139

  • Facebook
  • You Tube

Como podar uma roseira

SERVIÇOS

Zelo Serviços, Jardinagem, manutenção em jardim, paisagismo,limpeza de terrenos, manutenção de terrenos, manutenção de pátios. Telefone (19) 9.7408-9705, (19) 3090-2603.

FOTOS

O nosso compromisso é fazer com que o imóvel dos nossos clientes fique sempre bonito e bem cuidado. Temos a responsabilidade de cuidar do que é do outro como se fosse nosso. Um terreno limpo ou uma casa com belo...

foto

Geralmente, nos meses mais frios do ano, e quando as roseiras se encontram num estado “dormente”, devem ser podadas de forma a permitir que a planta se desenvolva com a sua força dirigida a um crescimento correto e que a ajude a produzir flores de qualidade. A maioria das plantas precisam ser podadas, mas no caso das roseiras, a poda torna-se muito importante para o correto desenvolvimento das mesmas. No Brasil, costuma-se podar no minguante de julho ou agosto.

 

Em termos gerais, a época da poda da roseira será no início da estação de crescimento, a Primavera. Normalmente a primeira poda deverá ser feita um ano após ter sido plantada – a dita poda de formação, que vai orientar a estrutura da roseira. Após esta primeira modelagem da planta, deverá ser feita a limpeza anual da roseira onde a poda vai eliminar os ramos danificados, quebrados, ou com pragas que, se deixados permanecer, enfraqueceriam a planta, retirando força aos ramos saudáveis que têm o potencial de dar flores com mais qualidade.

 

A fase da Lua deverá ser minguante pois, embora não esteja provado, diz-se que é mais favorável para as plantas fazer a poda nesta fase lunar.

A poda das roseiras vai sempre depender da espécie em questão (será diferente se se tratar de um arbusto ou de uma trepadeira) e terá duas funções: modelar e revitalizar a planta.

Existem três tipos de poda a ter em consideração com respeito às roseiras:

 

Poda Baixa: Faça primeiro uma limpeza da roseira, retirando os ramos secos, fracos e mal formados. De seguida corte todas os ramos, deixando-os a uma altura de 20 a 25cm (a partir do ponto de enxerto). Corte sempre em diagonal aproximadamente 1cm acima da gema mais próxima. Isto ajudará o brotamento. Ideal para rosas-rasteiras, rosas “Santa Teresinha” ou miniaturas.

 

 

Poda Alta: Faça uma limpeza à planta da mesma forma que na poda baixa e corte os ramos a uma altura de 80cm a 1 metro. As hastes mais fortes podem ficar um pouco mais longas, mas procure que a roseira fique a uma altura adequada ao lugar onde está situada. Este tipo de poda é dirigida a roseiras em arbusto e trepadeiras, embora não precise de ser tão drástico no último caso.

 

Poda Parcial: Faça a mesma limpeza como nos casos anteriores e em seguida pode as hastes para um terço do seu comprimento total. Esta poda é mais adequada a roseiras silvestres e trepadeiras cujas hastes alcancem 3 metros de comprimento ou mais. É muito importante que deixe as hastes presas ao tutor de modo a que haja um brotamento das gemas.

É sempre importante fertilizar uma planta depois da poda, para permitir que se alimente de forma a alcançar o seu potencial nas condições em que se encontra.

 

 

O Corte Correto

Deve podar as hastes sempre na diagonal e a poucos milímetros da gema mais próxima.

 

Caso prefira, agende um orçamento:

19 78053282 – Ivair Gasperin / contato@zeloservicos.com.br

ONDE ESTAMOS

Rua Prof. Benedito de Negreiros Mezzacappa n 99 | Chácaras Gargantilha Campinas | Campinas -SP | Cep 13098-833 FONE: (19) 3090-2603 / (19) 9.7408-9705 / (19) 9. 9872-5772 contato@zeloservicos.com.br

NOSSA REDE

CURTA

Copyright®2013 a www.zeloservicos.com.br Todosreitos Reservados

Desenvolvido por